Foram à Maternidade buscar o seu bebé. O que trouxeram para casa é inacreditável!

Tudo o que Sarah e Andy Justice, de Tulsa, Oklahoma, queriam para completar a sua família feliz era um bebé. Mas eles, COM CERTEZA, não imaginaram e muito menos planearam o que lhes aconteceu.

O casal conheceu-se na Faculdade. Após a conclusão do curso, decidiram casar-se. No momento certo, Sarah e Andy decidiram que era hora de aumentar a família, um desejo que crescia a cada ano feliz passado lado a lado. Mas este desejo, para eles, não era fácil de realizar.

Sarah não conseguia engravidar. A causa não era certa, nem os médicos podiam explicar. Os Justice começaram a considerar outras opções. Como não têm os 60 mil dólares para pagar uma fertilização in vitro, decidiram adotar. Encontram uma jovem, já com uma gravidez avançada, que queria entregar o bebé para adoção. Tudo parecia perfeito, até que poucas semanas antes do parto, receberam uma notícia totalmente inesperada:

A mãe biológica não esperava apenas um bebé, mas TRÊS! Sarah e Andy concluíram que ela mentiu sobre a gestação para não prejudicar o processo de adoção. Mas o casal não hesitou nem por um instante: queriam os três bebés mais do que tudo na vida. Então, acabaram por se tornar os pais orgulhosos de Joel, Hannah e Elizabeth.

Os trigémeos nasceram com 8 meses e precisaram de alguns cuidados médicos pós-parto, mas felizmente tudo acabou por correr bem. Sarah e Andy, felizes com a sua nova família, prontamente quiseram levar os seus 3 filhos para casa e dar-lhes todo o amor, mas mal sabiam que algo mais os esperava.

Logo após o nascimento dos trigémeos, Sarah descobre que está grávida! O que para qualquer outra mulher seria motivo de alegria, pareceu na altura mais um golpe do destino. Ninguém conseguia explicar, mas o facto é que a família dos Justice ia aumentar novamente!Dado o seu historial médico, a gravidez de Sarah foi classificada como de risco. Após a primeira ecografia, vem a segunda bomba: Sarah está à espera de GÉMEOS! Ela lembra a situação de pânico que sentiu ao receber a notícia. Com a voz a tremer, ligou imediatamente para Andy. ” E então, menino ou menina?”, perguntou.

Ela só conseguiu responder “UM é menino…” e silêncio. Foi o suficiente, e Andy só conseguiu dizer: “Não te preocupes. Nós damos um jeito”.