Apaixonou-se Por Amigo E Tia Obrigou-a A Casar Com Primo. Tinha Apenas 13 Anos!

A Polícia Judiciária anunciou a detenção de seis pessoas, três homens e três mulheres, devido aos alegados maus-tratos, violência doméstica, sequestro e abuso sexual de uma jovem de 14 anos, da zona de Figueira de Castelo Rodrigo.

O Jornal de Notícias conta que a vida da adolescente nunca foi fácil.

A mãe matou o pai quando a menina tinha apenas três meses e quando a progenitora foi detida a agora adolescente foi entregue a uma tia que acabou por se responsabilizar pela sua educação.

No seio da família de etnia cigana, a jovem sempre colaborou frequentemente nas tarefas de casa, porém continuava a andar na escola e sempre foi boa aluna. Mais tarde, quando a família da tia cresceu, com a chegada de quatro filhos, a jovem foi obrigada a deixar a educação para se dedicar por completo ao tratamento da casa e dos primos.
Os protestos começaram a surgir por acreditar que a situação não era justa, mas o caso agravou-se quando aos 13 anos se apaixonou por um rapaz que não era da mesma etnia. A tia apressou-se a casá-la com um primo, de 20 anos, agora acusado de abuso sexual. Do mesmo crime está acusada a tia da adolescente por ter feito à sobrinha um teste de virginidade, inserindo-lhe os dedos na vagina.
A jovem fugiu, tendo sido encontrada por uma família espanhola em Vilar Formoso. Os familiares acusados, entre eles o ‘marido’, já foram ouvidos por um juiz e foram libertados, não se podendo aproximar da jovem.