10 pessoas mais ricas que o Tio Patinhas

Untitled-12247

Queres saber quem foram as dez pessoas mais ricas de todos os tempos? A tarefa é difícil, mas não é impossível. Para divulgar o ranking, a revista Time entrevistou diversos historiadores e economistas, que destacaram nomes desde Bill Gates até ao sobrinho de Guilherme I, rei de Inglaterra.

10 – Genghis Khan (1162 – 1227): este imperador do Império Mongol era detentor de inúmeros terrenos, embora não seja possível quantificar o seu património. No auge, o seu império estendeu-se à Ásia e à Europa.

9 – Bill Gates: o fundador da Microsoft é considerado, atualmente, o homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em 79 mil milhões de dólares. É a única personalidade que ainda está viva a integrar este ranking;

Untitled-4

Bill Gates

8 – Alan Rufus: este inglês foi sobrinho do rei Guilherme I de Inglaterra e participaram juntos da conquista da Normandia. Mais tarde, Rufus tornou-se conde de Richmond;

7 – John D. Rockefeller (1839 – 1937): este investidor na indústria petrolífera foi dono da Standard Oil Company, empresa que, na altura, detinha 90% da produção de petróleo nos EUA. A sua fortuna foi avaliada, na época, em 1,5 mil milhões de dólares.

Untitled-3

John D. Rockefeller

6 – Andrew Carnegie (1835 – 1919): este imigrante escocês foi o americano mais rico de todos os tempos. A sua empresa foi vendida ao JP Morgan por 480 mil milhões de dólares, um valor que, na altura, equivalia a 2,1% do PIB dos EUA;

5 – Estaline (1878 – 1953): José Estaline foi o ditador de uma das nações mais ricas do mundo, a União Soviética. O país era responsável por 9,5% da economia mundial. Estaline é agora considerado uma das pessoas mais poderosas a nível económico da história, não pela sua fortuna pessoal, mas pelo país que dirigia; Sinceramente não percebemos esta escolha para o ranking.

4 – Akbar I (1542 – 1605): foi o maior imperador da dinastia Mughal, da Índia, e a sua riqueza não era comparável à que os reis tinham na época. Na altura, o país era responsável por um quarto da economia mundial;

3 – Shenzong (1048 – 1085): foi imperador chinês na dinastia Song, período em que o país contribuía para cerca de 30% da economia mundial. A riqueza era gerada através das inovações tecnológicas e da cobrança de impostos;

2 – Augusto (63 a.C. – 14 d.C.): para além de ser o fundador do Império Romano, o professor Ian Morris realça que, a certa altura da sua vida, a sua riqueza pessoal equivalia a um quinto do seu império;

1 – Mansa Musa (1280 – 1337): no topo da lista aparece o rei do Timbuktu, considerado o homem mais rico de toda a história. No entanto, não é possível quantificar a riqueza de Musa, uma vez que as fontes já escasseiam. Sabe-se que este rei foi um dos maiores produtores de ouro a nível mundial, numa época em que este metal precioso era extremamente valioso;

Untitled-3

Mansa Musa